San Francisco – Restaurantes Part I

mel-s-drive-inPaís, pessoas, transporte, lugares e restaurantes diferentes. No meio de tanta novidade a pergunta na hora da fome é: Onde eu vou comer? Ninguém quer acabar no MCDonald ou Subway. So sad. >.<‘

Para que você não tenha uma alimentação triste, fiz um review dos restaurantes que visitei. A grande maioria dos lugares eu pesquise antes. Usei o Yelp (3 estrelas acima) e o Foursquare (8.0 para cima).

Vá sem medo

Super Duper Burger

Se você é fã de um bom hamburger, precisa passar no Super Duper. Eu costumo comparar o lugar com o Shake Shack de New York de tão bom e gorduroso! (hahaha) Cada mordida é um dia a menos de vida, mas vale muito a pena. Afinal, San Francisco é cheia de morros para queimar as calorias extras. Em uma subida você já queima tudo que ingeriu! Vai na fé, vá ser feliz!

Super Duper Burgers

Super Duper Burgers

Mel’s Drive In

O meu marido não gostou, ainda penso que o problema é que pediu o prato errado. Eu adorei minha comida. É um típico restaurante americano que oferece o famoso breakfast/brunch! O brunch é uma mistura de café da manhã e almoço. Daí o resultado final é o que você vê na foto abaixo. Batatas, ovo, bacon, torrada e cappuccino. Particularmente eu amo brunch time! É a melhor refeição do dia. O restaurante é bem interessante, porque ele é bem antigo, então tem fotos preto e branco dos tempos primórdios. Além das fotos, faz parte da decoração em todas as mesas  as “music box”. Achei um charme!

Brunch time

Brunch time

Mel's drive in

Eu no Mel’s Drive In

Mel's Drive In Daniel

Daniel no Mel’s Drive In

Zero Zero

O Zero Zero é um restaurante italiano na vizinhança da South of Market (SOMA). Considero o lugar mais um bar do que um restaurante. Também no formato americano, você pede uma bebida no bar enquanto espera aparecer uma mesa. Beberá sentado se tiver cadeiras, mas todo mundo fica é em pé mesmo. Muito badalado, é o lugar onde o pessoal da vizinha se encontra após o trabalho.

zerozero

Zero Zero

Pastel Brazil

Mas Lud, não aquento mais comida estranha! Então é o momento de dar um pulo no Pastel Brazil! O restaurante, no estilo lanchonete brasileira, fica dentro de uma academia. É bem pequeno, mas a comida maravilhosa. O pastel então, perfeito! Igual ao de feira. O dono do lugar é conhecido como “Alemão”, um  simpático brasileiro de Goiânia! Portanto, me senti em casa. :)

Pastel Brasil

Chiplote

Mas Lud, o Pastel Brazil é muito longe dos pontos turísticos, portanto longe do meu hotel e eu ainda estou a pé. Ok! Vá no Chiplote e seja feliz! Este é fast food americano-mexicano. No Chiplote você encontra: arroz, feijão, tomate, alface e carne. Tudo isso no formato Burrito. Perfeito, né!? Para ficar ainda melhor adicione guacamole. Se a fome não for grande, você consegue dividir o prato com alguém, pois é bem farto.

Abaixo a foto do tradicional Burrito. Mas se achar estranho comer tudo isso enrolado, peça na tigela. :)

Burrito

Burrito

menu_salad

Burrito Bowl

Não perca tempo

King of Thai Noodle House

Eu gosto muito de Noodle e meu preferido é o Pad Thai. O noodle é um macarrão de arroz com Tofu, ovos e amendoim. Ele pode ser de filé, camarrão ou frango.  Fizemos uma pesquisa rápida no Yelp, mas esta falhou, foi a única também. O lugar tem quase 4 estrelas, então acreditamos nos reviews. Abaixo a foto ilustrativa do prato, claro que o meu não estava assim. O cheiro estava péssimo e o camarão estranho, nem terminei de comer. Para evitar a famosa box (aqui no USA todo mundo embala o que sobra da comida e leva para casa), meu marido disse, para a atendente que eu estava grávida e educadamente recusou. Tem base?! (kkkkk)

Nota de esclarecimento: Provavelmente este pode ser o cheiro natural do prato. Fato é que estamos acostumados a comer em lugares no qual o cheiro é diferente.

PadThai

Endereço: 184 O’Farrel St, San Francisco, CA 94102

Fisherman’s Pizzeria

Esse lugar foi para aprender, na pele, a pesquisar antes. Voltando do passeio de bike, passamos por ele é pareceu bem legalzinho. Era grande, arejado porém a comida era horrível. Nunca mais!! Eu pedi um hambúrguer sem gosto e o Daniel um macarrão com menos gosto ainda. Tanto no Yelp quanto no Foursquare a reputação do lugar é péssima.

Endereço: 2800 Leavenworth St (at Beach St), San Francisco, CA

Me contem se as dicas foram úteis. No próximo post falarei de mais opções. E como sou uma pessoa de sorte, estou em San Francisco novamente. Farei um review sobre a região que fiquei: Russian Hill! Esta vizinhaça é bem diferente de Tenderloin. :)

Bjus, bjus.

San Francisco – Golden Gate Bridge

golden_gate_hdrUm dos maiores cartões postais de San Francisco é a ponte Golden Gate. É considerada uma das maravilhas do mundo moderno, pela American Society of Civil Engineers.

Gigante! O vermelho em contraste com o azul do mar, colinas e neblinas fazem dela única e misteriosa.

Foi uma das coisas mais lindas que eu já vi! Aquela água azul, o vento, a ponte balançando, o sol passando pelo meio da neblina e iluminando parte do oceano… Lindo de viver!

O que senti:

  1. Agradecida pela oportunidade,
  2. que existe muita coisa para eu ver nesta vida,
  3. minha família e meus amigos precisam ver isso, pois o maldito celular não retratou em nada o que eu vi, (hahaha)
  4. preciso de uma câmera nova.
IMG_0589

Golden Gate Bridge

IMG_0634

No meio da ponte

IMG_0636

Marido nerdando na ponte

IMG_0638

Paisagem vista da ponte

meio da ponte

Paisagem vista da ponte

vista meio da ponte

Paisagem vista da ponte

Infelizmente ela também é linda de morrer!! Literalmente para alguns, digamos, mais de 1,500 pessoas.

A Ponte Golden Gate é o lugar mais escolhido, no mundo, por pessoas que pensam em cometer suicídio. Uma triste contradição, pois San Francisco, sinônimo de alegria e liberdade ter um de seus cartões postais escolhido para ser o ponto final de muitos. No total 98% das pessoas, que se jogam da ponte, morrem. Hoje, agosto de 2013, a “ponte deixa” 34 sobreviventes. Abaixo segue a frase de Neil Tweedie do The Telegraph.

“On average, a person jumps to his or her death from it every two weeks, more than 1,500 to date. And they are the ones who are know about. Others are thought to have taken the final leap only to be washed out in the ocean, their bodies never to be found, or recovered so far from the bridge that they cannot be classified as jumpers. Many more consider jumping and then think before of it. It is rare for week to pass without an incident of some kind, a “10-31″ in police parlance.”

Dos 34, 19 sobreviventes relataram que no meio do percurso, torciam para que de alguma forma, suas vidas fossem salvas. Veja aqui o depoimento de um sobrevivente.

DSC05635

Golden Gate Bridge

Abaixo um vídeo muito bonito abordando algumas das “razões” para as pessoas pensarem em cometer suicídio. Confesso, que achei os motivos estranhos. Sei lá, nunca pensei nisso… Fiz mais pesquisas, e descobri que sim, muitos dos sobreviventes relataram esses “problemas” como uns dos motivos por tentarem tirar suas vidas.

O próximo vídeo é um documentário – The Bridge, que aborda este assunto. Eles filmaram durante um ano, a Golden Gate Bridge. O filme mostra sobreviventes, suicidas e o depoimento das famílias. O filme é REAL, portanto forte. Se você sente que não precisa dele, não o assista. Como estou desenvolvendo o blog, penso ser importante relatar o assunto, que para muitos é um taboo. Mas é sua opção assistir. The Bridge no IMDB aqui.

Como visitar a ponte

Pode ser realizado pelo passeio de barco, que passa pela ilha de Alcatraz e bem próximo da ponte. Você receberá as informações sobre a história da cidade e poderá descer na famosa prisão. Tem tradução para o Português, afinal, brasileiros nos Estados Unidos é uma constante. Mais sobre este passeio, clique aqui.

Mas o melhor de todos, de longe, é o passeio de bicicleta. Podemos pedalar em volta do parque e ver paisagens adoráveis até chegar a ponte, sem perder muito tempo. E por favor, não atravesse a ponte de carro! Larga essa preguiça de lado, pois acabará com toda a graça e beleza da paisagem que a ponte oferece para quem está a pé ou de bike.

IMG_20130810_192641

Passeio de bicicleta

Eu aluguei a bicicleta de uma moradora da cidade. Achei super interessante essa ideia, pois de quebra, ainda peguei umas dicas. Usei o website Spinlister para encontrar a bicicleta que se encaixava no meu perfil (baixinha). Existe também o meio tradicional, ou seja, alugar a bicicleta de empresa personalizadas. Veja mais no website  Blazingsaddles.

passeio bike

Feliz da vida

Fiz a seguinte rota:
Saí da Union Square pedalei até a avenida Polk, e desci até a baia. Não senti medo de pedalar em SF, os motoristas respeitam bastante os ciclistas. A maioria das ruas são sinalizadas e possuem ciclovias, a cultura por lá é a de “share”, ou seja, dividir a rua com os carros. E funciona!!!! Ah, existe um mapa com as rotas que você pode conferir.

Rota das bicicletas

Curiosidades

A ponte é pintada de uma ponta a outra para evitar as ferrugens, todos os anos.

painter

Pintor com vista privilegiada

workers

Pintores checando a pintura dos cabos

E para vocês que acham que San Francisco é uma cidade super urbanizada, longe de outros tipos de animais, já aconteceu de ter alguns na pista, como: cachorro, pelicano e um avestruz. Isso mesmo, um avestruz!! (haha)

ostrich

Avestruz

E isso, qualquer dúvida é só perguntar. :)

Bju, bju